Campos do Jordão terá primeiro hotel 100% pet friendly do Brasil

Via: PETSA

Segundo o Portal Turismo 4 patas, existem no Brasil pouco mais de 400 hotéis pet friendly no Brasil. Se depender do crescimento econômico do setor, nos próximos anos este número pode triplicar: em 2018, o mercado pet brasileiro faturou mais de R$ 20 bilhões, projetando o país como o segundo maior do mundo, com 6,4% de participação, à frente de países como Reino Unido, Canadá e China. Entretanto, ainda existe muito a ser explorado, pois os EUA – que são o, líder mundial no segmento – retêm a fatia de 50% do mercado.
Mas será que todos os hotéis de lazer são 100% pet friendly? Para Cleber Santos, empresário do segmento e especialista em comportamento animal, a resposta é não. Segundo ele, muitos hotéis e estabelecimentos dizem aceitar animais, mas não oferecem uma estrutura à altura. “Permitir a entrada, disponibilizar um osso e um tigela de água está mais para simpatizante a pets do que pet friendly”, explica.02
Insatisfeito com o termo, que é usado “erroneamente” no mercado, Santos decidiu lançar um projeto em um hotel que fosse 100% friendly, encontrando como parceiro Fernando Hernandez Jr, diretor do Surya Pan – que fica em Campos do Jordão e é considerado como um dos mais românticos e bem localizados da região.
“A função do Surya Pan sempre foi reconectar as pessoas com a natureza, sem ter que se deslocar para refúgios ou parques florestais quase inacessíveis. Com o tempo, percebemos que casais poderiam ter uma reconexão maior ao lado de seu melhor amigo, ou mesmo hóspedes individuais gostariam de ter a experiência da CÃOvivencia”, explica Hernandez, que ao longo dos anos fez adaptações para receber os visitantes de “quatros patas”, como a Pet Pool – piscina somente para cachorros.
Projeto ComportPet e Surya Pan
Disputadíssimo em todos os períodos do ano, o hotel, que já é pet friendly desde 2017, dará início a um projeto mais ambicioso do que o existente, com previsão para conclusão no final deste ano com a inauguração de um hotel exclusivo para pets.
1ª Fase – DDC (Dog Day Care)/ 2ª Fase – Banho e Estética
A primeira fase da implantação do projeto já estará funcionando a partir do primeiro final de semana de julho. O DDC – Dog Day Care – acontecerá todos os sábados, com uma programação diversificada, dentro do Surya Pan, entre tutores e pets.
Ao longo do dia, acontece um percurso de trilhas em três modalidades, recreação no lago e pequenas cachoeiras, atividades na piscina e brincadeiras, workshop e palestras sobre pets e comportamento animal, além de pôr do sol em uma das vistas mais bonitas da região. “Queremos estimular este vínculo dos tutores e pets com a natureza. Os animais amam este tipo de atividade, principalmente quando ocorre em companhia de outros cachorros e do dono”, diz o Hernandez.
Os valores para essa experiência é de R$350 o casal, junto com o pet. Existe o plano individual com pet – R$200 -, porém pets desacompanhados não são aceitos.
Com previsão para ter início entre agosto e setembro, a área de banho para pets poderá ser usada pelos hóspedes do hotel. O objetivo da construção desta área é justamente para atender uma demanda antiga dos hóspedes.
“Após o uso da PET POOL, muitos cachorros eram secados na temperatura ambiente ou por toalhas especiais que o Surya Pan oferecia. Entretanto, percebemos que muitos queriam ter um serviço profissional à disposição, que terá a curadoria da ComportPet, empresa gerida por Cleber Santos”, explica.
3ª fase – Hotel 100% Pet Friendly
Entre novembro e dezembro, está prevista a conclusão das obras do Pet Surya Pan. Com acomodações humanizadas (sem grades ou gaiolas), o espaço terá “acomodações”, brinquedos individuais e coletivos (piscina de bolinhas), dentro das dependências do complexo.
Profissionais qualificados serão responsáveis por monitorar o espaço, que poderá receber até 30 animais. “Enquanto hóspedes forem fazer turismo na cidade ou região, cuidaremos dos animais como se estivem em uma creche. O objetivo é tranquilizar os donos enquanto estiverem fora das dependências do hotel, fornecendo atividades recreativas para os cães e um espaço para que relaxem ao final destas atividades.”, explica Santos.

Fonte:  PETSA | www.petsa.com.br

Postado por: Srd.Dog

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

ARTIGOS RELACIONADOS

Pet – Um mercado sem crise

Via: ES Brasil Segmento cresce na mesma proporção que o amor dos tutores por seus “filhos” A gente ama, cuida e não vive sem. Sendo

Outbound Marketing

Essa é a maneira mais tradicional de divulgar e vender um produto, isso é, o marketing ativo. Diferente do inbound marketing que “joga a isca”

Entre em Contato

Nome*

Telefone*

E-mail*