Mercado Pet Para 2020 : Um Bom Negócio

Via: Vitalpet

Três em cada 10 brasileiros empreendem e se você tem essa vontade, o mercado que cuida dos animais de estimação é um segmento forte no Brasil e que pode trazer o investimento que você espera e até a sua liberdade financeira. Esse negócio se torna ainda mais satisfatório principalmente para quem é apaixonado pelos animais.

Foi se o tempo em que os animais eram apenas animais de estimação. Hoje, os companheiros de quatro patas já são integrantes da maioria da família do país. Os cuidados e dedicação de seus responsáveis é imenso e a preocupação vai desde a alimentação correta dos animais até a saúde e cuidados estéticos. Assim, quando o assunto é cortar gastos, as prioridades com os animais estão longe de entrar nessa lista de economias.

Esse novo comportamento do brasileiro, traz uma enorme oportunidade de negócio mesmo tem tempos de crise: você já pensou em investir no mercado pet?

Entendendo melhor o que é o setor pet

O mercado entende como setor pet, a área do agronegócio que está relacionada com o desenvolvimento das atividades de criação, produção e comercialização de animais de estimação. Estes animais são todos aqueles que são criados para o convívio com seres humanos por razões efetivas. Podendo ser: cães, gatos, aves canoras e ornamentais, peixes ornamentais, pequenos mamíferos e répteis. Eles podem ser companhia, auxiliar pessoas com necessidades especiais, participarem de esportes, participar de torneios e exposições e até atuar como parte do tratamento de terapias.

Segundo dados da ABINPET (Associação Brasileira da Indústria de Produtos para Animais de estimação), o Brasil é o segundo país do mundo com a maior quantidade de cães, gatos e aves e está em constante crescimento. Ao todo, o Brasil tem 132 milhões de animais domésticos, sendo 52,2 milhões cachorros; 22,1 milhões de gatos; 37 milhões de aves; 18 milhões de peixes; e, 2,2 outros animais como os coelhos, por exemplo.

Isso torna o país o 3º que mais fatura neste segmento, os dados mais recentes e oficiais do mercado são de 2017 e apontam um total de R$20 bilhões em faturamento. Apenas nos últimos dois anos, a Associação registrou um aumento de 6,9% no mercado. A expectativa da organização é que este segmento cresça cada vez mais principalmente nos nichos de bem-estar e qualidade de vida do animal. Tudo para garantir a saúde do filho pet das das famílias.

Esse faturamento é dividido em quatro partes:

Pet food: a venda de rações, snacks e petiscos em geral é a que tem a maior parcela de faturamento. Destes R$20 bilhões, 68,6% são destinados para esta área do mercado. Afinal, o seu melhor amigo precisa ter uma alimentação de qualidade para viver por muitos e muitos anos.

Pet Serv: as creches e hotéis para cuidar do seu bichinho enquanto você não estiver disponível, o comércio desses animais e o adestramento para melhorar o comportamento desses bichinhos estão em segundo lugar do faturamento representando uma parcela de 15,8%.

Pet Care: a venda de equipamentos e acessórios, os cuidados de higiene para deixá-lo ainda mais lindo, os tratamentos estéticos que auxiliam na qualidade de vida são a terceira maior parcela. Esses cuidados representam 7,9% do faturamento.

Pet Vet: os cuidados veterinários e o uso de medicamentos representam 7,7% deste faturamento com os animais. Mas, é uma das áreas que mais cresce a cada ano, já que as pessoas estão focadas cada vez mais em fazer exames de rotina em seus bichinhos ao invés de recorrer ao médico veterinário apenas quando ele está doente.

Investimento em inovação e facilidades para pagamento

As expectativas são altas para o mercado PET. Para isso é preciso investir em alguns diferenciais. Como a concorrência é alta e o público extremamente exigente com os cuidados com seus filhos de quatro patas, quanto mais qualificação, tecnologia e variedades em produtos o seu negócio tiver, mais o público será fiel ao que você oferece.

Entre essas facilidades, estão o parcelamento no cartão de crédito; políticas e planos de fidelização com cashback (retorno de uma % do valor pago a cada compra feita); oferecer planos de saúde que tenham cobertura em todo o país como a Vitalpet; aplicativos para celulares iOS e Android e sites e-commerce para realização de pedidos online; monitoramento por câmeras à distância para os locais que são de pet care; entre outros.

Fonte: Vitalpet | www.vitalpetbrasil.com.br

Postado por: Srd.Dog

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

ARTIGOS RELACIONADOS

Inbound Marketing

Se a tradução fosse literal, seria algo como “marketing de entrada”. No entanto, são ações que têm a finalidade de atrair, de forma voluntária, leads

Pet – Um mercado sem crise

Via: ES Brasil Segmento cresce na mesma proporção que o amor dos tutores por seus “filhos” A gente ama, cuida e não vive sem. Sendo

Cold Call

O termo em inglês significa “chamada a frio”. É uma das formas que a empresa pode adotar para entrar em contato com um cliente potencial,

Entre em Contato

Nome*

Telefone*

E-mail*